Entre, aproveite, aqui tem poesia e algo mais...
"o ofício dos artistas é elementar para manter a saúde psíquica sem entorpecer-se"
Textos

do Leme ao Pontal,

com você

não há igual

 

do Leme a perder o rumo...

 

eu sou capaz de ir

em qualquer direção, sem destino certo

na esperança de te ver, molhada e feliz

saindo da água, ainda mais linda

 

do Leme a perder de vista...

 

eu sou capaz de ir a nado

só pela fantasia de encontrar-te sereia,

pelo risco de me afogar em teus lábios

e adentrar o paraíso no balanço da tua cauda

 

do Leme ao Pontal,

quero ser sol

de primavera

 

que aquece tua pele macia

que exala teu aroma de mulher

que realça o brilho da tua cor

e ilumina a carne do teu riso largo

 

sem remo e sem leme

eu só quero

ser sal

 

tempero atrevido misturado à água fria

que cristaliza num canto da tua boca

e derrete na umidade da tua saliva

 

do Leme ao Pontal

como você,

não há beleza igual

 

que me inspira uns versos

e um fetiche...

 

nós dois de mãos dadas

num vermelho pôr-do-sol

um amor à milanesa

 

chegarmos

ao pontal...

 

 

* Escrito em tributo à obra do Tim Maia para o sarau do coletivo O Ato de Escrever

* Imagem: Google

Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 28/11/2021
Alterado em 28/11/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras