Se for poesia...
venha, pois pior que estar só é estar ausente de ti.
Textos
No seu segundo livro, Versos Tortos, lançado pela Lesto Editora em pleno período pandêmico de 2020, Francine Rodrigues, mineira de Belo Horizonte, nos apresenta uma poesia reflexiva, mas assertiva, direta, mas sensível e intimista, mas que desnuda a alma.

Com um projeto gráfico muito bonito e agradável, Versos Tortos é sedutor desde os primeiros versos. Já de saída, o livro começa versando com o tom característico da personalidade da autora impressa em sua poesia:
 
“Algumas pessoas vivem de aparência,
Outras, de essência”
 
Em cinquenta poemas Francine nos conduz por caminhos reais, mas onde é possível sonhar, ter esperança, acreditar em dias melhores, se entregar ao amor e às paixões. Tudo isto sem perder a ternura dos gestos poéticos, como empatia, respeito e dignidade.

Em relevos rimados, ou não, seremos levados pelas veredas da alma humana numa reflexão cuidadosa sobre as várias faces da verdade e a importância de manter a integridade, sem permitir que a paz nos seja furtada ou que o sono nos seja tirado.
 
“Arte foca o criativo,
Dá vazão ao intuitivo,
Vive em cada simbolismo
Toda a graça de não ser um único ritmo”
 
Francine é poeta de fibra, que rejeita o epíteto de poetisa, talvez por considerar que tal título a colocaria em um falso pedestal que a distanciaria do público para o qual quer transmitir sua mensagem poética.

Versos Tortos toca em temas sensíveis do nosso cotidiano, como a escassez do tempo, a pressa, a angústia, as ausências. Com delicadeza, fala dos amores, da volúpia e da ousadia.

Por fim, leva o leitor a um deleite por versos nada tortos, dedicados ao recanto mais íntimo do coração, aquele lugar onde moram as memórias afetivas, como as lembranças do pai, as recordações de um carnaval qualquer, de um amor ou da querida Beagá.

Ao fechar a capa de Versos Tortos é possível que fique aquele sentimento de que viver vale a pena e que é possível ter esperança, “fé na vida, fé no homem, fé no que virá”.
 
“Aos poucos vou aprendendo a ser menos eu
Mas o medo é ir percebendo que aos
Poucos estou perecendo,
Indo embora, me perdendo
...
Não quero perder minha alma por falta de calma”.



Título da Obra: Versos Tortos
Autora: Francine Rodrigues
Lesto Editora, 2020
ISBN:
978-65-990515-0-0
Nº de páginas: 58
Foto do livro para a resenha: Jefferson Lima
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 28/07/2020
Alterado em 29/07/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras