Se for poesia...
venha, pois pior que estar só é estar ausente de ti.
Textos
Decorridos os acontecimentos,
constataram...
 
A fragilidade dos sistemas humanos
que não se sustentam ante um espirro da natureza
 
Que a ciência não se firma na negação da fé
mas na busca de soluções para males concretos
 
Que os templos são erguidos em prol da ostentação
e Deus não depende das suas paredes para estar presente
 
Que planos futuros
são efêmeros, quebradiços e voláteis
 
Que a despeito dos que exercem o poder
há homens de boa vontade
 
Que se a própria casa não for um refúgio
ela será a pior das prisões
 
Que a convivência com os de casa
pode ser complexa, desafiadora e prazerosa
 
Que as intermitências do existir não perdoam
quem procrastina uma visita, um abraço, um ombro
 
Que algumas profissões pouco valorizadas
são, além de dignas, indispensáveis para se ter o mínimo
 
Que o ofício dos artistas é elementar
para manter a saúde psíquica sem entorpecer-se
 
Que os livros são naves
e, num momento, nos trasladam para outra realidade
 
Que ao fim tudo se purifica,
se não pelo fogo, pela dor de sobreviver


 
(Imagem: relogiosol.blogspot.com)
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 02/04/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras