Entre, aproveite, aqui tem poesia e algo mais...
"o ofício dos artistas é elementar para manter a saúde psíquica sem entorpecer-se"
Textos
Pai Nosso, que nos olha desde o céu.

Obrigado pela vida, o dom mais precioso,
que me permite existir para ser luz e sal nesse mundo escuro e insípido.

Perdão por nem sempre conseguir 
iluminar o caminho ou dar sabor à vida que existia ao redor de mim.

Agradeço as muitas bênçãos e os dias de celebração.
Cada vitória me impulsionou a lutar ainda mais.

Perdoe-me quando, por vezes, me vangloriei
e não me lembrei de que só o Teu favor imerecido torna tudo possível.

Obrigado pelos dias difíceis,
em cada um o Teu Espírito Consolador foi meu amparo.

Não considere no Teu juízo a minha fraqueza e indiferença,
por não reconhecer a Tua presença nos irmãos que me estenderam a mão.

Não ousarei pedir-te qualquer coisa para o novo ano,
deixo sob a Tua vontade os meus dias.

Entre família e amigos vou beber e dançar nos dias felizes,
cantarei e contarei as bênçãos recebidas de Tuas mãos.

 Através da minha vida, levar a mensagem,
transbordar a Tua essência deste vaso de barro que sou.

Tua palavra será o meu alimento, Tua vitória a minha esperança,
Teu sacrifício será a minha ceia, Tua graça o meu perdão.

E se o dia mau vier, agarrarei à minha pequena fé.
Então, serás o meu porto seguro, ancorando-me aqui ou levandome para junto de Ti.

Amém.
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 09/12/2017
Alterado em 28/02/2021
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras