Entre, aproveite, aqui tem poesia e algo mais...
"o ofício dos artistas é elementar para manter a saúde psíquica sem entorpecer-se"
Textos
Supostamente etílico, pretensamente poético, sonhador convicto.

Num instante de delírio saudosista, viajo ao além-mundo e pego-me testemunhando incríveis encontros que acontecem pelos horizontes celestes, onde terminam as fronteiras do tempo e dissipam-se as barreiras geográficas.

Dada a minha aguçada curiosidade musical, procuro inteirar-me da agenda cultural deste lugar, que, por sinal, é sui generis.
Fico perplexo ao adentrar o Grande Teatro para um concorrido concerto onde a Orquestra, regida por Herbert Von karajan, recebia como convidado especial o harpista Davi.

Segundo os relatos do Livro Sagrado, o Davi que hoje vejo sobre o palco, além de poderoso monarca, era um sujeito feio, valente, talentoso e um tanto cafajeste. Como orações ao Divino, Davi oferecia poemas que eram musicados para que o povo pudesse cantar. Tais poemas ficaram conhecidos como salmos.

Enquanto respirava os ares palestinos e dominava terras, conta a história que tal era o talento do rei Davi na execução da harpa que, ao tocar o instrumento, os maus espíritos fugiam de sua presença. Que honra contemplá-lo neste espetáculo!

Na primeira fila do teatro, com ouvidos absolutos e atentos a cada nota, Beethoven contempla os arcos e cordas da orquestra na execução da sua nova sinfonia. Ao fim da apresentação, Ludwig não cabe em si de contentamento! A noite vai se estender vinho adentro!

Noite dessas, fiquei embevecido na estreia de uma sonata de Mozart, na qual os irados solos de Paganini roubaram a cena. O extravagante musicista, procurando concluir de forma gloriosa o último movimento da sonata, arrebentou, a bel prazer, as cordas do seu violino, uma a uma, atingindo o clímax ao executar vários acordes em apenas uma corda. A plateia ficou extasiada.

Mozart, acompanhado do seu fiel cachorro, emocionou-se ao receber os cumprimentos efusivos de Heitor Villa-Lobos e prometeu considerar uma parceria com o audacioso músico brasileiro.

Penso que a excêntrica execução de Paganini, em corda única, é muito propícia para ilustrar o princípio do ‘fio de prata’  ̶  o fio que sustenta a vida  ̶  do qual falou o poeta Salomão no Eclesiastes, e que faz a ligação entre as coisas espirituais e as criadas pelo gênio humano.

Salomão, herdeiro do trono de Davi, já emplacou vários sucessos por aqui. Ele anda compondo como nunca! Suas parcerias com Richard Wagner produziram lindas árias que estão ecoando nas vozes de Luciano Pavarotti, Montserrat Caballé, Constantina Araújo e Bidu Sayão.

Explico: na vida pregressa, mesmo com todos os seus afazeres reais, Salomão encontrava tempo para escrever músicas e se dedicar à poesia  ̶ algumas bastante apimentadas  ̶  e também adorava anotar aforismos, aos quais chamou de provérbios.

São dele também as melhores baladas românticas deste paraíso além-nuvens. Como bom boêmio, Salomão fez muitas canções que entraram para o novo repertório do Wando. Também fez algumas parcerias de mesa e música com Cartola, além de promover apresentações de Al Jarreau e George Michael. Ele está, literalmente, em todas as paradas!

Reza a lenda que, quando ainda declamava seus poemas pelo palácio, Salomão chegou a ter setecentas esposas e trezentas amantes... Talvez daí venha tanta inspiração!

Gostei muito dos luaus e saraus que atravessam os entardeceres daqui. Não acredito que encontraria algo melhor em outro lugar.

Em ambientes nada formais Tom Jobim se reveza ao piano com Billy Tipton, que está feliz por ser aceita sem disfarces e, assim, emolduram a linda voz de Miúcha!

Paulo Moura e Miles Davis, numa roda de choro e jazz, renderam-se ao talento de Eduardo Carvalho. Foi bom rever esse velho amigo e ouvir novamente o som da sua flauta, que tantas vezes me fez bem e que agora pode dividir suas ideias musicais também com Altamiro Carrilho, outro insigne flautista!

Daniel Ferreira, de cuja família herdei o amor da morena, andava procurando uma roda de malandros pra tocar seu pandeiro. Não foi difícil. Encontrou Bezerra da Silva e Almir Guineto e firmaram parceria. Mr. Catra, com todo respeito ao samba, aparece vez ou outra para uma canja, mas anda balançado com a chegada do Mc Sapão e estão sentindo o clima, especulando se por aqui haverá público para as suas rimas. Dona Ivone Lara e Beth Carvalho prometem colocar ordem nesse terreiro!

Noutra parada, Sinatra apareceu de surpresa e fez um bonito dueto com Cauby, que estava radiante como este céu de muitas estrelas daqui. Talvez até a Ângela Maria relembre a eterna Babalú numa participação. Vinícius de Moraes aproveitou a turma reunida para mostrar suas trilhas que prometem embalar novos amores. Na plateia, Aretha Franklin não conteve as lágrimas.

Pela primeira vez vi o Tim Maia satisfeito e cantando sem reclamar do retorno. Bom, é verdade que, vez ou outra, esquece-se de comparecer, ou prefere não se dar ao trabalho, mas entendeu-se com Champignon no contrabaixo e anda fazendo um som da hora!

Cássia Eller está emprestando a voz às novas criações de Cazuza. Chorão e Renato Russo também estão com um projeto bem legal e escrevendo letras bem pensadas.

É muito cérebro e muita ideia para se traduzir em sete notas musicais. Nada que a competência do recém-chegado André Matos não resolva.

Gonzagão e Gonzaguinha se entenderam e trouxeram o Dominguinhos para abrilhantar o show, que conta com uma abertura auspiciosa do Maluco Beleza. Raul, por sinal, anda feliz, ébrio e criativo. Pode fazer as parcerias que lhe der na telha e viver suas crenças sem censuras. Aqui todo alternativo é permitido.

Janires, Jairinho, Sérgio Pimenta e Pixinguinha estão produzindo versos muito bonitos para serem cantados ou declamados. Ouvi dizer que o Yuca está metido na produção deste projeto.

Percebi que aqui não é apenas um lugar de encontros inusitados, mas também um lugar onde há inúmeras possibilidades de reencontros por tanto tempo sonhados.

O reencontro de Lílian Ferrão com o seu pai André Paolilo foi muito feliz. Eles estão com uns arranjos de baixo e voz que são de uma beleza ímpar. Elis e Jessé estão esbanjando talento e garganta em apresentações individuais. Nelson Ned aproveitou para apresentar Luiz de Carvalho a Nelson Gonçalves, que lamentaram o fato de não terem cantado juntos antes – agora, celebram a amizade em boas canções.

Numa arena qualquer de beira de estrada, está nascendo uma mistura que, nem nos melhores sonhos, eu julgava ser possível: Jimmy Hendrix (guitarra), Janis Joplin e Dolores O’Riordan (vocais), Phil Taylor (batera) e Paul Gray (baixo). Sem contar os dias em que Kurt Cobain resolve dar o ar da graça! Aí o céu vem abaixo! Ou a terra vem acima... vá saber!

Atualmente, boas notícias do “Sky News” estão movimentando o show business: Michael Jackson, James Brown, Prince e David Bowie programam uma turnê cheia de inovações. A outra boa notícia é sobre os três álbuns inéditos que serão lançados: Ella Fitzgerald, Whitney Houston e Amy Winehouse. Expectativa nas alturas! A última foi a de que Freddie Mercury convidou Elvis Presley para trabalharem num musical cheio de performances. O “Rei do Pop” já percebeu que vai ter concorrência forte! O mínimo a esperar dessa turma é algo grandioso.

Durante as minhas andanças, vi Noel Rosa de papo com John Lennon e Vander Lee. Estão tramando...

B. B. King e Ray Charles andam procurando por Robert Johnson para um blues, mas está difícil de encontrar. Talvez esteja n’alguma encruzilhada...

Ah! Os brasileiros não perderam tempo e já trouxeram o carnaval pra cá. Joãozinho Trinta está preparando um grande desfile. Clara Nunes e Clementina de Jesus já estão confirmadas. João Nogueira, Ventura Ramirez e Mário Sérgio também são esperados para mostrar que o samba é para além da vida. Para os blocos de rua, chegou a Loalwa com sua lambada contagiante!

Inezita Barroso chegou abrindo as porteiras para a boa música do campo. Ela está reunindo a turma na fazenda pr’uma roda de viola das boas, com violão, pandeiro, sanfona e poesia. Vem todo mundo: João Paulo, Leandro, Kitty Wells, Johnny Cash, Pena Branca e Xavantinho, Tonico e Tinoco, Patti Page, Merle Haggard e Robertinho do Acordeom. Aproveitando a toada desse carro-de-boi, Jair Rodrigues e Marciano adentraram a porteira.

Acredite se quiser, mas o Barrerito passou correndo aqui anunciando que está tudo pronto para um novo trio entrar na parada. Desta vez ele vai se juntar ao seu velho amigo Mangabinha e agregaram o José Rico. Vai ser parada dura!

Até agora ninguém dá notícias do Cristiano Araújo. Parece que tomou outro rumo com um tal de Gabriel Diniz.

Vou partir antes da apresentação do Emílio Santiago. Estou com medo de não querer voltar depois de ser arrebatado por uma das vozes mais bonitas que já ouvi.

Na saída, num banco de praça mais afastado, Jerry Adriani está de papo com o Kid Vinil. O que planejam? Talvez só estejam esperando pelo resto da turma que demora a chegar.

Ainda não foi possível saber por qual raio anda um certo “rapaz latino americano”. Sabe-se que já chegou por essas bandas. Hora dessas ele aparece.

Ao longe se ouve, como se vindo do meio de uma brisa, os agudos festivos de Deise Cipriano...


 
@@@
Glossário Biográfico
 
1. Herbert Von karajan (1908 a 1989) – Maestro austríaco de grande sucesso no período pós-guerra. Entre outras, dirigiu as Orquestras Filarmônicas de Viena e de Berlim.

2. Davi (1003 a.c a 971 a.c) – Considerado o maior rei de Israel e, segundo os relatos bíblicos, possuidor de grande talento para a música e a poesia.

3. Ludwig Van Beethoven (1770 a 1827) – Compositor alemão, muito conhecido pelas nove sinfonias, das quais a nona é um marco da música clássica mundial.

4. Wolfgang Amadeus Mozart (1756 a 1791) – Compositor e maestro austríaco. Por sua vasta obra de concertos, sonatas, missas e óperas, entre outros, é considerado um dos mais influentes personagens da música clássica mundial.

5. Niccolò Paganini (1782 a 1840) - Compositor e violinista italiano que revolucionou a arte de tocar violino, deixando a sua marca como um dos pilares da moderna técnica do instrumento.

6. Heitor Villa-Lobos (1887 a 1959) - considerado o maior expoente da música do modernismo no Brasil. Sua data de nascimento, 5 de março, é celebrada como o Dia Nacional da Música Clássica.

7. Salomão (986 a.c a 931 a.c) – Terceiro rei de Israel, sucessor e filho de Davi e um dos maiores sábios do mundo antigo, foi pensador, poeta e compositor.

8. Richard Wagner (1813 a 1883) - foi um maestro, compositor, diretor de teatro e ensaísta alemão, muito conhecido por suas óperas.

9. Luciano Pavarotti (1935 a 2007) - grande intérprete italiano, reconhecido como o tenor que popularizou mundialmente a ópera.

10. Montserrat Caballé (1933 a 2018) - foi uma famosa cantora lírica esponhola, considerada uma das melhores sopranos de todos os tempos.

11. Constantina Araújo (1922 a 1966) – foi uma cantora lírica brasileira que obteve grande sucesso nos palcos europeus nos anos 50.

12. Bidu Sayão (1902 a 1999) - Balduína de Oliveira Sayão, foi uma célebre intérprete lírica brasileira e também considerada uma das maiores estrelas da ópera de todos os tempos.

13. Wando (1945 a 2012) – foi um cantor romântico brasileiro. Além da música, era conhecido colecionar calcinhas, que eram dadas por suas fãs durante os shows. Estima-se que sua coleção chegou a 17 mil peças.

14. Cartola (1908 a 1980) - Angenor de Oliveira, o Cartola, foi um cantor, compositor, poeta e violonista brasileiro. Um dos seus maiores sucessos é a música "As Rosas Não Falam".

15. Al Jarreau (1940 a 2017) - foi um cantor e músico americano, vencedor de sete prêmios Grammy Awards.

16. George Michael (1963 a 2016) - foi um cantor pop britânico. Emplacou inúmeros sucessos e vendeu milhões de discos no mundo todo.

17. Tom Jobim (1927 a 1994) – Antônio Carlos Jobim foi um compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista brasileiro. Foi um dos criadores e principais forças do movimento da bossa nova.

18. Billy Tipton (1914 a 1989) - Dorothy Lucille Tipton, foi um músico de jazz estadunidense, notável por ter nascido mulher (Dorothy) e ter vivido a vida toda como homem (Billy). Esse disfarce foi utilizado para driblar a censura e então poder tocar numa banda de jazz, o que era vedado às mulheres. A verdade sobre sua identidade só foi descoberta por ocasião de sua morte. Sua história inspirou a escritora escocesa Jackie Kay a escrever o romance “O Trompete”.

19. Heloísa Maria Buarque de Hollanda (1937 a 20018) – mais conhecida como Miúcha, foi uma cantora e compositora de música popular brasileira.

20. Paulo Moura (1932 a 2010) - foi um maestro, compositor, arranjador, saxofonista e clarinetista brasileiro de choro, samba e jazz.

21. Miles Davis (1926 a 1991) - foi um trompetista, compositor e bandleader de jazz norte-americano. É considerado um dos mais influentes músicos do século XX.

22. Eduardo Carvalho (1975 a 2013) – Maestro, flautista e professor de música brasileiro, que desenvolveu seu trabalho na cidade de João Monlevade, MG.

23. Altamiro Carrilho (1924 a 2012) – foi um compositor e flautista brasileiro. Um dos expoentes do “choro”.

24. Daniel Ferreira (1961 a 1994) – foi um percussionista brasileiro, frequentador das rodas boêmias de João Monlevade (MG), as quais alegrava e animava com seu pandeiro.

25. Bezerra da Silva (1927 a 2005) - foi um cantor, compositor, violonista, percussionista e intérprete brasileiro de samba, em especial o partido-alto.

26. Almir Guineto (1946 a 2017) Almir de Souza Serra foi um sambista e compositor brasileiro, fundador do grupo Fundo de Quintal. Almir inovou o samba ao introduzir um banjo adaptado com um braço de cavaquinho, que tornou o seu instrumento principal.

27. Mr. Catra (1968 a 2018) - Wagner Domingues Costa, o Catra, foi um cantor, compositor e rapper brasileiro. Também se aventurou pelo samba quando fez o álbum “Com Todo Respeito ao Samba”, todo ele com composições próprias.

28. Mc Sapão (1978 a 2019) - Jefferson Fernandes Luiz, o Sapão, foi um cantor brasileiro de funk carioca.

29. Dona Ivone Lara (1922 a 2018) - foi uma cantora e compositora brasileira, conhecida como Rainha do Samba e Grande Dama do Samba

30. Beth Carvalho (1946 a 2019) - foi uma cantora e compositora brasileira de samba.

31. Frank Sinatra (1915 a 1998) - foi um cantor, ator e produtor norte-americano. Considerado um dos mais influentes artistas do século XX.

32. Cauby Peixoto (1931 a 2016) – foi um cantor brasileiro de jazz e MPB, conhecido pela sua extravagância visual e sua voz grave e aveludada.

33. Ângela Maria (1929 a 2018) – considerada uma das melhores vozes da MPB, foi uma cantora brasileira que se destacou na era do rádio. 

34.Vinícius de Moraes (1913 a 1980) – conhecido por “poetinha”, foi um poeta, dramaturgo, jornalista, diplomata, cantor e compositor brasileiro.

35. Aretha Franklin (1942 a 2018) – foi uma cantora e compositora norte-americana de gospel, R&B e Soul, considerada uma das maiores cantoras de todos os tempos.

36. Tim Maia (1942 a 1998) – Sebastião Rodrigues Maia, o Tim, foi um cantor, compositor, maestro, produtor musical e instrumentista brasileiro, responsável pela introdução do estilo soul na música popular brasileira.

37. Champignon (1978 a 2013) - Luiz Carlos Leão Duarte Junior, o Champignon, foi um baixista, beatboxer e vocalista brasileiro, membro da banda Charlie Brown Jr.

38. Cássia Eller (1962 a 2001) - foi uma cantora e violonista do rock brasileiro dos anos 1990. Foi eleita a 18ª maior voz e 40ª maior artista da música brasileira em seu tempo pela revista Rolling Stone Brasil.

39. Cazuza (1958 a 1990) - Agenor de Miranda Araújo Neto, o Cazuza, foi um cantor, compositor, poeta e letrista brasileiro. Ex-vocalista da banda Barão Vermelho, seguiu carreira solo e foi aclamado pela crítica como um dos principais poetas da música brasileira em seu tempo.

40. Chorão (1970 a 2013) - Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão, foi um cantor, compositor, cineasta, poeta, roteirista e empresário brasileiro. Foi o vocalista, principal letrista e cofundador da banda Charlie Brown Jr.

41. Renato Russo (1960 a 1996) - Renato Manfredini Júnior foi um cantor e compositor brasileiro, vocalista e fundador da banda de rock Legião Urbana.

42. André Matos (1971 a 2019) - foi um cantor, compositor, maestro, produtor e pianista brasileiro. Ficou muito conhecido por ter sido vocalista da banda Angra.

43. Gonzagão (1912 a 1989) - Luiz Gonzaga do Nascimento, conhecido como Gonzagão ou apenas Luiz Gonzaga, foi um compositor e cantor brasileiro. Chamado de “O Rei do Baião”, foi uma das mais completas, importantes e inventivas figuras da música popular brasileira.

44. Gonzaguinha (1945 a 1991) - Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior, o Gonzaguinha, foi um cantor e compositor brasileiro. Filho de Luiz Gonzaga, suas canções refletiam sua postura crítica à ditadura militar.

45. Dominguinhos (1941 a 2013) - José Domingos de Morais, conhecido como Dominguinhos, foi um instrumentista, cantor e compositor brasileiro. Exímio sanfoneiro, teve em sua formação musical influências de baião, bossa nova, choro, forró, xote e jazz.

46. Raul Seixas (1945 a 1989) - Raul Santos Seixas, o “Maluco Beleza”, ou simplesmente “Raul Seixas”, foi um cantor e compositor, frequentemente considerado o "Pai do Rock Brasileiro".

47. Janires (1953 a 1988) - Janires Magalhães Manso foi um cantor, compositor, produtor musical, arranjador e multi-instrumentista brasileiro. Na década de 80, foi o principal responsável pela modernização da música cristã nacional. Fundou as bandas Rebanhão e Banda Azul, que alcançaram sucesso no meio cristão.

48. Jairinho (1952 a 1981) - Jairo Trench Gonçalves foi um cantor, compositor, produtor musical, e arranjador brasileiro. Jairinho foi o responsável por fundar o Grupo Elo, que se destacou no meio cristão nacional no final da década de 70.

49. Sérgio Pimenta (1954 a 1987) - foi um instrumentista, cantor e compositor de música popular brasileira cristã, tendo seu trabalho destacado nas décadas de 70 e 80.

50. Pixinguinha (1897 a 1973) - Alfredo da Rocha Vianna Filho, o Pixinguinha, foi um maestro, flautista, saxofonista, arranjador e um dos maiores compositores da música popular brasileira de todos os tempos.

51. Marcelo Yuka (1965 a 2019) – foi um músico, compositor, ativista político e palestrante brasileiro. Foi um dos fundadores da banda “O Rappa”.

52. Lílian Ferrão (1974 a 2010) - foi uma advogada e também cantora brasileira de música cristã contemporânea. Foi vocalista da banda Voz da Verdade.

53. André Paolilo (? a 1987) – foi um músico contrabaixista da banda Voz da Verdade, de música cristã contemporânea. 

54. Elis Regina (1945 a 1982) - Elis Regina Carvalho Costa foi uma cantora considerada por muitos críticos a melhor cantora brasileira de todos os tempos.

55. Jessé (1952 a 1993) – foi um cantor e compositor de música popular brasileira, destacado por sua rara extensão vocal.

56. Nelson Ned (1947 a 2014) - Nelson Ned d'Ávila Pinto foi um compositor e escritor brasileiro. Foi o primeiro latino-americano a vender 1 milhão de discos nos Estados Unidos.

57. Luiz de Carvalho (1925 a 2015) - Luiz Agapito de Carvalho foi um dos primeiros cantores da música cristã contemporânea no Brasil e o primeiro cantor de estilo sacro na música brasileira a gravar um LP de 33 RPM, em 1955.

58. Nelson Gonçalves (1920 a 1998) – nome artístico de Antônio Gonçalves Sobral,  foi um dos maiores cantores e compositores brasileiros. É o terceiro maior vendedor de discos da história fonográfica do Brasil.

59. Jimmy Hendrix (1942 a 1970) - James Marshall "Jimi" Hendrix (nascido Johnny Allen Hendrix) foi um cantor e compositor norte-americano, além de ser um dos melhores guitarristas da história.

60. Janis Joplin (1943 a 1970) - Janis Lyn Joplin foi uma cantora e compositora norte-americana. Considerada "a maior cantora de rock dos anos 1960" e "a maior cantora de blues e soul da sua geração".

61. Dolores O’Riordan (1971 a 2018) – foi uma cantora, compositora e musicista irlandesa. Como vocalista da banda The Cranberries, foi considerada na Irlanda como a maior cantora de toda a história do país. 

62. Phil Taylor (1954 a 2015) - foi o baterista da banda britânica de heavy metal Motorhead.

63. Paul Gray (1972 a 2010) - Paul Dedrick Gray foi um baixista estadunidense e co-fundador da banda Slipknot.

64. Kurt Cobain (1967 a 1994) - Kurt Donald Cobain foi um cantor, compositor e músico norte-americano famoso por ter sido o fundador, vocalista e guitarrista da banda Nirvana.

65. Michael Jackson (1958 a 2009) - Michael Joseph Jackson, considerado “O Rei do Pop”, foi um famoso cantor, compositor, dançarino, produtor, empresário, arranjador vocal, filantropo, pacifista e ativista estadunidense. Chegou a ser citado como a pessoa mais famosa e conhecida do mundo em seu tempo.

66. James Brow (1933 a 2006) - James Joseph Brown Jr. foi um cantor, dançarino, compositor e produtor musical norte-americano, reconhecido como uma das figuras mais influentes do século XX na música.

67. Prince (1958 a 2016) - Prince Rogers Nelson foi um cantor, compositor, multi-instrumentista, produtor e dançarino norte-americano. Por não permitir que ninguém interferisse no seu processo criativo, Prince ganhou reputação de ser workaholic.

68. David Bowie (1947 a 2016) - David Robert Jones foi um cantor, compositor, ator e produtor musical inglês. Por vezes referido como "Camaleão do Rock" pela capacidade de sempre renovar sua imagem.

69. Ella Fitzgerald (1917 a 1996) - Ella Jane Fitzgerald também conhecida como a "Primeira Dama da Canção”, foi uma popular cantora de jazz estadunidense. 

70. Whitney Houston (1963 a 2012) - foi uma cantora norte-americana de R&B, pop e gospel, além de atriz e modelo. Whitney Houston é a artista feminina mais premiada de todos os tempos, segundo o Guinness World Records.

71. Amy Winehouse (1983 a 2011) - Amy Jade Winehouse foi uma cantora e compositora britânica, conhecida por seu poderoso e profundo contralto vocal e por sua mistura eclética de gêneros musicais, incluindo soul, jazz, R&B e ritmos caribenhos, como o ska.

72. Freddie Mercury (1946 a 1991) - Freddie Mercury, nome artístico de Farrokh Bulsara, foi um cantor, pianista e compositor britânico, que ficou mundialmente famoso como fundador e vocalista da banda de rock Queen.

73. Elvis Presley (1935 a 1977) - Elvis Aaron Presley foi um cantor e ator norte-americano, mundialmente reconhecido como o Rei do Rock.

74. Noel Rosa (1910 a 1937) - Noel de Medeiros Rosa foi um sambista, cantor, compositor, bandolinista, violonista e um dos maiores e mais importantes artistas da música no Brasil.

75. John Lennon (1940 a 1980) - John Winston Lennon foi um músico, cantor, compositor, escritor e ativista britânico. Junto com Paul McCartney, fundou a banda britânica The Beatles, com quem formou uma das mais importantes duplas de compositores do século XX.

76. Vander Lee (1966 a 2016) - Vanderli Catarina, conhecido como Vander Lee, foi um cantor e compositor de música romântica brasileira.

77. B. B. king (1925 a 2015) - Riley Ben King foi um guitarrista de blues, compositor e cantor estadunidense. Foi um dos músicos mais respeitados e influentes do gênero, tendo ganhado o epíteto de Rei dos Blues.

78. Ray Charles (1930 a 2004) - foi um pianista norte-americano e cantor de música soul, blues e jazz que ajudou a definir o seu formato ainda no fim dos anos 50, além de um inovador intérprete de R&B.

79. Robert Johnson (1911 a 1938) - Robert Leroy Johnson foi um cantor e guitarrista norte-americano de blues. É um dos músicos mais influentes do Mississipi Delta Blues. Um mito popular sugere que Johnson vendeu sua alma ao diabo na encruzilhada das rodovias 61 e 49, em troca da proeza para tocar guitarra. Este mito foi difundido e ganhou força devido às letras de algumas de suas músicas. O mito também é descrito no filme de 1986, Crossroads.

80. Joãozinho Trinta (1933 a 2011) - João Clemente Jorge Trinta, popularmente conhecido como Joãozinho Trinta, foi um artista plástico e famoso carnavalesco brasileiro.

81. Clara Nunes (1942 a 1983) - Clara Francisca Gonçalves Pinheiro, a Clara Nunes, foi uma cantora brasileira, considerada uma das maiores intérpretes do país.

82. Clementina de Jesus (1901 a 1987) - Clementina de Jesus da Silva foi uma cantora brasileira de samba. Também era conhecida como Tina ou Quelé.

83. João Nogueira (1941 a 2000) - João Nogueira foi um cantor e compositor de samba brasileiro. 

84. Ventura Ramirez (1939 a 2016) – foi um cantor, compositor e violonista brasileiro. Fez parte do grupo Demônios da Garoa.

85. Mário Sérgio (1958 a 2016) – foi um cantor, compositor e cavaquinista brasileiro. Fez parte do grupo de samba Fundo de Quintal.

86. Loalwa Braz (1953 a 2017) foi uma cantora brasileira que popularizou o ritmo da “lambada” no país. Foi a vocalista principal do grupo Kaoma e embalou o hit “Chorando se Foi”.

87. Inezita Barroso (1925 a 2015) - Ignez Magdalena Aranha de Lima Barroso foi uma cantora, atriz, instrumentista, bibliotecária, folclorista, professora e apresentadora de rádio e televisão brasileira. Durante 35 anos apresentou o programa Viola Minha Viola, um musical de auditório por onde passou vários artistas que se dedicavam ao folclore e à música do campo.

88. João Paulo (1960 a 1997) - José Henrique dos Reis, mais conhecido como João Paulo, da dupla ‘João Paulo e Daniel’, foi um cantor sertanejo brasileiro.

89. Leandro (1961 a 1998) - Luís José da Costa, de nome artístico ‘Leandro’, foi um cantor e compositor brasileiro que, junto com seu irmão Emival Eterno da Costa, o Leonardo, formou a dupla sertaneja Leandro & Leonardo.

90. Kitty Wells (1919 a 2012) - Ellen Muriel Deason, conhecida profissionalmente como Kitty Wells, foi uma cantora de música country americana.

91. Johnny Cash (1932 a 2003) - John R. Cash foi um cantor e compositor norte-americano de música country.

92. Pena Branca e Xavantinho - dupla caipira formada pelos irmãos José Ramiro Sobrinho, o Pena Branca (1939 a 2010) e Ranulfo Ramiro da Silva, o Xavantinho (1942 a 1999).

93. Tonico e Tinoco - foi uma dupla caipira brasileira formada pelos irmãos João Salvador Perez, o Tonico (1917 a 1994) e José Salvador Perez, o Tinoco (1920 a 2012). É considerada a mais importante dupla da história da música brasileira e a de maior referência.

94. Patti Page (1927 a 2013) - Clara Ann Fowler, ou Patti Page, foi uma cantora de música country americana.

95. Merle Haggard (1937 a 2016) - Merle Ronald Haggard foi um cantor, compositor, guitarrista, violonista e instrumentista norte-americano. Ajudou a criar o Bakersfiel Sound, que é um subgênero da música country, caracterizado pelo som de guitarras.

96. Robertinho do Acordeon (1939 a 2006) - José Carlos Ferrarezi, mais conhecido como Robertinho do Acordeon, foi um acordeonista brasileiro. Integrou o grupo de músicos do programa Viola Minha Viola, apresentado por Inezita Barroso.

97. Jair Rodrigues (1939 a 2014) – Jair Rodrigues de Oliveira foi um cantor de música popular brasileira.

98. Marciano (1951 a 2019) - José Marciano, conhecido como "O Inimitável", foi um cantor brasileiro de música sertaneja, famoso pela dupla formada com João Mineiro.

99. Barrerito (1942 a 1998) - Élcio Neves Borges, o Barrerito, foi um cantor, violonista e violeiro brasileiro. Barrerito fez parte da segunda formação do conjunto sertanejo Trio Parada Dura, a partir de 1976, ao lado de Mangabinha e Creone.

100. Mangabinha (1942 a 2015) - Carlos Alberto Mangabinha Ribeiro foi um acordeonista, compositor e integrante e fundador do grupo musical Trio Parada Dura.

101. José Rico (1946 a 2015) - José Alves dos Santos foi um cantor brasileiro de música sertaneja. Fez parte da dupla sertaneja Milionário & José Rico.

102. Cristiano Araújo (1986 a 2015) - Cristiano Melo Araújo foi um cantor, instrumentista e compositor brasileiro de música sertaneja.

103. Gabriel Diniz (1990 a 2019) - foi um cantor e compositor brasileiro de música popular.

104. Emílio Santiago (1946 a 2013) - foi um cantor de música popular brasileira. Alguns especialistas afirmam que Emílio Santiago tinha a voz mais perfeita do Brasil.

105. Jerry Adriani (1947 a 2017) – foi um cantor e ator brasileiro que ganhou projeção no movimento da Jovem Guarda.

106. Kid Vinil (1955 a 2017) - nome artístico de Antônio Carlos Senefonte, foi um cantor, radialista, compositor, apresentador e jornalista brasileiro. Ficou conhecido no rock brasileiro nos anos 80 e também por incentivar o início do movimento punk paulista.

107. Antônio Carlos Belchior (1946 a 2017) - ou simplesmente Belchior, foi um cantor de música popular brasileira, reconhecido pela sua voz marcante e poesia densa. Dentre seus grandes sucessos estão “Um Rapaz Latino Americano” e “Como Nossos Pais”. Suas canções alcançaram o sucesso nas vozes de vários intérpretes.

108. Deise Cipriano (1979 a 2019) - foi uma cantora brasileira de soul, que ficou conhecida como uma das vocalistas do grupo Fat Family.

Fontes.: Internet, pesquisas diversas e arquivos pessoais
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 01/07/2017
Alterado em 03/08/2020
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras