Entre, aproveite, aqui tem poesia e algo mais...
"o ofício dos artistas é elementar para manter a saúde psíquica sem entorpecer-se"
Textos
Nesta quinta-feira foi o dia da “Marcha Pra Jesus”. Será?
 
Nesta quinta-feira o meu país acordou assombrado com a violência sofrida por uma menina de 16 anos.
 
Nesta quinta-feira os “seguidores de Jesus” marcharam felizes, ao som de trios elétricos, com slogans, gritos e coreografias ensaiadas, alheios às mazelas de nossa gente.
 
Nesta quinta-feira os cristãos deviam ter abolido os shows e os discursos presunçosos. Deviam ter abdicado da glória de suas próprias agremiações.
 
Nesta quinta-feira uma menina de 16 sofreu um trauma que marcará sua vida para sempre. Por quantos anos? Só Deus sabe.
 
Os cristãos não gostam tanto de atos proféticos para declarar vitória e marcar território? Deviam se inspirar nos profetas e marchar vestidos de trapo, com pó sobre a cabeça e chorando pela desgraça nossa de cada dia.
 
Deviam marchar contritos, vestidos de luto, em clamor sincero pela nação, por dias de paz e para que uma nova consciência venha sobre o nosso povo.
 
Mas não era viável. Não estava na agenda. Uma menina de 16 anos, violentada por mais de 30 seres humanos, designados machos, não gerou comoção. O $how não podia parar.
 
A pauta era lotar a avenida. E conseguiram: aproximadamente 3 milhões de pessoas. A pauta era contabilizar os números, ir para casa satisfeitos e esperar o dia da parada gay pra comparar quem mobilizou mais pessoas. De posse da estatística, independente do placar, a pauta é vomitar discursos arrogantes e ausentes de amor.
 
No próximo domingo, na parada gay, haverá protestos contra a violência. Será uma aglomeração de pessoas que conhecem na própria pele a dor do preconceito e suas manifestações. Talvez por isso estejam mais propensos a se importar, estender as mãos e amar.
 
No ajuntamento desta quinta-feira havia santos demais. Eles não entendem dos traumas humanos. Os santos se importam com outras causas.
 
Atualmente os santos estão muito preocupados com o comercial de uma loja de departamentos na TV. O assunto é grave. Requer mobilização. Não há tempo para ir ao encontro do ser humano quando há uma ideologia a defender.
 
Senhor, tende piedade de nós.
 
Que a nossa fé vá além do show e seja mais que um escudo na camisa pólo.
 
Que o nosso amor alcance as pessoas a despeito de qualquer ideologia.
 
Que a nossa mente se abra a um novo entendimento.
 
Senhor, tende piedade de nós.


* Escrito por ocasião da Marcha Pra Jesus, em São Paulo, no ano de 2016. No mesmo dia uma menina de 16 anos denunciava ter sido estuprada por mais de 30 homens no Rio de Janeiro. A Marcha não tocou nesse assunto.

Imagem: Google

 
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 27/05/2016
Alterado em 08/06/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras