Entre, aproveite, aqui tem poesia e algo mais...
"o ofício dos artistas é elementar para manter a saúde psíquica sem entorpecer-se"
Textos
Voa!

Que o bater de suas asas é um lufar de vida
O vento que assanha os cabelos e levanta as saias
Num assobio faceiro, versa que livre é quem sabe viver

Deite suas penas onde a alma treme!

No silêncio, num afago caloroso e terno
Na despedida, ante a incerteza do regresso
Na paixão, a insana inconsequência da entrega

Estenda suas asas onde a vida explode!

Nas luzes do olhar, nos sabores do beijo, no aperto do abraço
Nos toques de carinho sem neuras ou pudores
Na fantasia mais exótica a realizar

Livre!

Para sonhar, imaginar, levitar
Render-se ao que não tem explicação
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 30/03/2015
Alterado em 28/02/2021
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras