Se for poesia...
venha, pois pior que estar só é estar ausente de ti.
Textos
fortes
robustas
viris
 
suportam o peso de uma saudade
 
sinceras
sensíveis
suaves
 
tornam lágrimas em lembranças
 
se unem, se misturam,
copulam,
constroem pontes entre almas
 
almas amigas
almas amantes
almas apaixonadas
 
pela poesia da vida
que penetra os poros,
invade as veias
como explosão
 
de significados
que se espalham


(Imagem: Arquivo Pessoal Jefferson - projeção de uma estrofe do Soneto da Separação, de Vinícius de Moraes)
 
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 25/01/2014
Alterado em 18/02/2017
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras