Se for poesia...
venha, pois pior que estar só é estar ausente de ti.
Textos
O bolo incrustado de velas...
apenas um detalhe dispensável

Talvez não haja velas para assoprar
nem mesmo um bolo a repartir
mas haverá sonhos a realizar

E que sejam abundantes os devaneios,
pois terás que viver muitos anos
para saboreá-los um a um...

Muitas histórias a saber,
paisagens a conhecer,
aventuras a arriscar

Os grãos escorrendo na ampulheta,
a vida sendo ressignificada em seus ciclos...
 
Dias de sol, outros só nuvens ou chuvas e trovões,
cores quentes rompem dias cinzentos

A alma entoa uma canção,
uma prece sobe ao Eterno...

Por existir



(Imagem: Arquivo pessoal Jefferson)
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 12/12/2013
Alterado em 15/09/2020
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras