Se for poesia...
venha, pois pior que estar só é estar ausente de ti.
Textos
Pois é...
 
Essa distância que afasta nois dois,
Essa paixão doída que rói aqui dentro,
Eu do lado de cá, ocê do lado de lá
Sem nenhuma chance de nos amá...
 
Queria oiá nos seus zóio
E espiá o brio das estrela,
Ver a lua luzindo lá dentro,
Suas lágrima correno
como num rio de felicidade...
 
Queria sentí o ventinho manso e gostoso
Que faz balançá seus cabelo
E espaia seu perfume pelo ar
“perfume bão de dá gosto!”...
 
Mas
se esse perfume avoa por aí
É porque cê tamém é fror
Das mais bunita que existe
Que só veio ao mundo pra enfeitá
 
E quando penso nocê andano pela casa
De cabelo solto e vestido rodado
Cantarolando umas canção apaixonada
Imagino sua voz doce como as de Passarim -
 
Cantiga que enche a casa
Entorna pelas janela
iguar água da roda d’água

Girando,
brincando
bagunçando minhas imaginação.
 
Por que cê tá tão longe?
Por que a vida pois a gente em lugar diferente?

Uai, tarveis seja porque só amor de longe
Sonha acordado e faz poesia bunita
 
 Amor de longe faiz o coração
Se expressá com palavriado rebuscado
Que de perto não dá conta de dizê
Sem ficá com a cara vermeia
 
Tarveis um dia nossos caminho se esbarra
Nossos barco navegue na mesma água
Pra que eu não precise mais
Escrevê outros verso de amor...
 
Pois amor gostoso
é amor vivido.
Toca mais fundo
que amor de rabisco!
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 28/10/2013
Alterado em 04/08/2019
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras