Se for poesia...
venha, pois pior que estar só é estar ausente de ti.
Textos
Proibido proibir
Permitido poetar
Poeta pretensão
Poesia permissão
 
Para poder pronunciar
Primeiro preciso perceber
Pessoas, pró-nomes, pré-conceitos
 
Preciso prestar provas
Propor palavras
Presumir pontos
Perfurar poços
 
Putas prometem prazer
Putos prometem pagar
Putas projetam parar
 
Pecadoras perdoadas
Percebem perdão próximo
Porém parem
 
Pilantragem
Palavrão
Perdição
 
Prorrogação!
 
Pedem palco,
Pedem palmas
 
Professores pouco pagos
Podem pouco!
 
Pouco podem paus,
Pedras, postes, pestes
 
Parados permanecem
Perseverantes
 
Puros?
 
Papas, padres, pastores, padroeiros
Pretensiosamente presumem-se predestinados
 
Partilham piedade
pra pobres, pretos, páreas
 
Poderosos?
 
Pagam propinas pras partes
Polícias, políticos, pudendos
 
Privilegiados
Promovem podres perfis
 
Pois pensamentos pequenos
Pensam poder proliferar


(Imagem: Arquivo Pessoal)
 
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 27/10/2013
Alterado em 04/09/2019
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras