Entre, aproveite, aqui tem poesia e algo mais...
"o ofício dos artistas é elementar para manter a saúde psíquica sem entorpecer-se"
Textos
O bom da vida
O prazer das horas mais curtas
A euforia do instante de amar
A amizade, ainda que distante
A conquista de um sonho
A arte de ser um pouco bobo
A loucura de cantarolar pelas ruas
Os sonhos, os delírios, as fantasias
O saudável, o belo

Rosas...
Suaves, frágeis, lindas

O gosto amargo da dor
As perdas, as desilusões
O medo da solidão
A lágrima quente
O suspiro como única expressão
A mão que não acha um aceno
O alto preço de cada dia
A fatalidade do destino
A traição, a depressão, o fim

Espinhos...
Insensíveis, rígidos, certeiros

Cada um no seu papel
Ensinando o que é de valor
Pois um espinho há de fazer sangrar
Para cada rosa colhida
E o perfume da rosa a tudo cura
E as feridas que os espinhos abrem
Cicatrizam-se no bálsamo de um abraço
No silêncio de uma oração
Ou no perfume de um grande amor
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 06/07/2013
Alterado em 28/02/2021
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras