Entre, aproveite, aqui tem poesia e algo mais...
"o ofício dos artistas é elementar para manter a saúde psíquica sem entorpecer-se"
Textos
Quando ela chega, chora...
Não sei se dor, lamento
O que sente nesta hora...
Sei que é linda ao chegar

Vem de impulso,
Aflora d’água.
Com firme pulso,
Caminhos há a desaguar

No aperto do abraço que acalma,
No beijo que emoldura um pôr-do-sol,
Na paixão que é latente na alma
Ainda há muito a celebrar

Em sentimentos, por fim,
Tanto há para se viver,
E belos versos de Amor
Faz o poeta tecer

Às vezes sôfrega, às vezes lúcida... fragmentos de loucura
Alguns labirintos encontrarás
Mas ainda assim a desejarás,
E em inexplicáveis segundos, do doce à amargura

(Imagem: Google)

Jefferson Lima, Alba Santos, Barros Sobrinho, Marcela Torres e Silvia
Enviado por Jefferson Lima em 19/01/2013
Alterado em 22/11/2014
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras