Se for poesia...
venha, pois pior que estar só é estar ausente de ti.
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos



Sobre ter lucidez na obscuridade

1. Queridos, vamos falar da democracia e do direito que vocês exercem ao escolher os seus representantes nas casas municipais, estaduais e federais.
2. Vocês devem exercer a cidadania com muita consciência e responsabilidade, não com arrogância e presunção.
3. Estejam atentos às emoções e não se deixem levar por influências que vão de encontro ao que sentem e entendem.
4. Não se deixem possuir pelo espírito de torcida organizada – as eleições não se tratam de um campeonato de perdedores e vencedores. Quando as urnas forem apuradas, todos serão atingidos pelas atitudes dos eleitos, sejam eles de qual lado for.
5. O mais importante é não trair a própria consciência, não negligenciar seus valores e sua fé.
6. Olhem para o passado, vejam por quais caminhos seu país já trilhou e tentem não repetir os mesmos erros.
7. Seus pais viveram períodos em que a liberdade era-lhes negada. Foram dias terríveis. Não os repita!
8. Seus livros de história estão repletos desses relatos para que possam consultar e atestar estas palavras.
9. Não se deixem levar pelo espírito de revolta, pelo sentimento de justiça própria e nem pela desilusão com as promessas não cumpridas de outrora.
10. Não brinquem com sentimentos obscuros. Eles trarão consequências.
11. Nesses tempos de ânimos exacerbados e desilusões múltiplas, o terreno torna-se fértil para a propagação de mentiras e o surgimento de líderes autoritários e oportunistas.
12. Líderes oportunistas pregam um discurso messiânico que atrai a muitos.
13. Cuidado! Julguem! Reflitam!
14. É o momento de lembrar as palavras do nosso Mestre: “falsos profetas aparecerão e enganarão a muitos”!
15. A pauta de qualquer cargo eletivo, principalmente para os cargos do Poder Executivo, deve passar, obrigatoriamente, pela busca do bem comum em suas necessidades básicas, que são: educação, saúde, segurança, trabalho, moradia, sustentabilidade e meio ambiente.
16. Mas que esta mesma pauta não negligencie a inclusão de todos os cidadãos, o livre acesso aos plenos direitos civis, culturais, trabalhistas, artísticos e assistenciais que forem necessários, sem discriminação.
17. Não pode haver nenhum critério discriminatório. Nenhum! Esta é a nossa crença e a base da nossa fé.
18. Se não houver amor, de que aproveitará as nossas lutas e suas conquistas?
19. Se o nosso Pai que está no céu não faz acepção de pessoas, quem somos nós para fazê-la?
20. Se perceberes em algum candidato o espírito de rejeição ao necessitado, rejeite-o!
21. Se perceberes que algum candidato faz alianças prévias com grupos já estabelecidos em conchavos e barganhas, rejeite-o!
22. Não se deixem levar pelos números estatísticos das pesquisas prévias.
23. Se feitas com seriedade, há grande possibilidade dos números retratarem a realidade, mas não se deixem seduzir.
24. Será mais honroso perder um voto do que perder a alma.
25. Quem perde a alma prostitui a consciência.
26. Quando estiverem a sofrer as consequências da má escolha coletiva, saberás no íntimo que vocês não têm parte nesta decisão.
27. Então terás a consciência tranquila do profeta que percebeu, argumentou e advertiu a todos quanto pôde.
28. Portanto, ainda que venham períodos de dores, permaneçam em paz de espírito durante os dias maus. Que aprendam a lição e saibam que as tempestades também passam.
29. Os dias maus podem deixar um rastro de destruição, mas será na reconstrução que o amor os reaproximará.
30. O amor fará com que a boa obra seja completa e a paz volte a reinar no meio de vós.
31. Não desanimem! Aquele que em vós soprou o fôlego de vida também há de vos guardar!

(Imagem: exaltina.blogspot.com)
Jefferson Lima
Enviado por Jefferson Lima em 05/10/2018
Alterado em 04/09/2019
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras