Se for poesia...
venha, pois pior que estar só é estar ausente de ti.
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos
Título Categoria Data Leituras
Voltei Formiga, de Mauro Brandão Resenhas > Livros 10/11/19 23
O Ex Ensaios 18/10/19 11
A Bala de Maçã Verde Crônicas 18/10/19 38
Sobre a Bienal Rio 2019 Ensaios 07/09/19 18
Segundo Neurônios, Cap. 9 Cartas 03/09/19 7
Será? Pensamentos 02/08/19 22
Poesia Escrita à Máquina Poesias 25/07/19 31
Os Templos Humanos e os Humanos dos Templos Ensaios 10/07/19 33
Segundo Neurônios, Cap. 8 Cartas 04/07/19 12
A Passagem Prosa Poética 25/06/19 23
Parte do Adeus Poesias > Saudade 15/06/19 20
A Ordem do Dia Poesias > Social 19/05/19 29
Segundo Neurônios, Cap. 7 Cartas 14/05/19 16
Respostas Poesias > Amor 01/05/19 28
Em Cima do Muro Poesias > Social 10/04/19 28
Meu Bom José Poesias > Social 03/04/19 18
É Domingo Poesias > Esperança 13/01/19 71
Segundo Neurônios, Cap. 6 Cartas 05/10/18 38
Segundo Neurônios, Cap. 5 Cartas 05/10/18 13
O Ônibus das Cinco e Meia Poesias > Cotidiano 02/10/18 93
Página 1 de 10 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras